domingo, 17 de julho de 2011

Carta chocante de uma jovem

Fui à festa, mãe. Fui à festa, e lembrei-me do que me disseste. Pediste-me que eu não bebesse álcool, mãe... Então, bebi uma 'Sprite'. Senti orgulho de mim mesma, exactamente o modo como me disseste que eu me sentiria. E que não deveria beber e de seguida conduzir. Ao contrário do que alguns amigos me disseram. Fiz uma escolha saudável, e o teu conselho foi correcto. Quando a festa finalmente acabou e o pessoal começou a conduzir sem condições, fui para o meu carro, na certeza de que iria para casa em paz... Eu nunca poderia esperar... Agora estou deitada na rua e ouvi o policia dizer: 'O rapaz que causou este acidente estava bêbado'. Mãe, a voz parecia tão distante... O meu sangue está por todo o lado e eu estou a tentar com todas as minhas forças não chorar... Posso ouvir os paramédicos dizerem: 'A rapariga vai morrer'... Tenho a certeza de que o rapaz não tinha a menor ideia, enquanto ele estava a toda velocidade, afinal, ele decidiu beber e conduzir!! E agora eu tenho que morrer. Então... Porque é que as pessoas fazem isso, mãe? Sabendo que isto vai arruinar vidas? A dor está a cortar-me como uma centena de facas afiadas. Diz à minha irmã para não ficar assustada, mãe, diz ao pai que ele tem que ser forte. Quando eu partir, escreva 'Menina do Pai' na minha sepultura... Alguém deveria ter dito àquele rapaz que é errado beber e conduzir. Talvez, se os pais dele o tivessem avisado, eu ainda estivesse viva... Minha respiração está a ficar mais fraca mãe, e estou a ficar realmente com medo. Estes são os meus momentos finais e sinto-me tão desesperada... Gostaria que tu pudesses abraçar-me mãe, enquanto estou aqui esticada a morrer, gostaria de poder dizer que te amo mãe... Então... Amo-te Adeus...'
________________________________________ Estas palavras foram escritas por um repórter que presenciou o acidente. A jovem, enquanto agonizava, ia dizendo as palavras e o jornalista ia anotando... Muito chocado. Este jornalista iniciou uma campanha. Se esta mensagem chegou ate ti e tu a apagares, podes estar a destruir uma boa forma de consciencializar um grande número de pessoas; fazendo com que a tua vida, TAMBÉM CORRA PERIGO!!!!!!!!!!! Com este pequeno gesto podes marcar a diferença. Então, partilha com todas as pessoas que conheces. Por: João Marques

domingo, 22 de maio de 2011

Um mundo solitário

Um mundo solitário
Do qual eu vivo
Sem certezas algumas
Se no dia seguinte
Aparecerá alguem
Para culmatar a solidao
A ausencia de alguem
De alguem a meu lado
Vagueio pelas ruas escuras e sombrias
Sozinho e abandonado
Como um cão escorraçado de casa
Sem destino e hora marcada para chegar
Num mundo solitário
De pessoas amigas e companheiras
A meu lado a caminhar.

domingo, 6 de junho de 2010

Amor Impossivel II

Este amor que temos um pelo o outro é tao escuro como impossivel,
Que os nossos pais nao nos deixa amar devido à cultura de cada um de nós,
Esse grande amor que temos um pelo o outro e que sobrepoe à razao dos nossos pais,
Por quanto tempo este amor impossivel vai durar? Talvez dure para sempre.
Ou talvez dure até que eles compreendam o quanto nos ama-mos
Até ao dia que os nossos pais deiam-nos a liberdade que merecemos.
O nosso amor, será um amor escuro e impossivel.

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Amor impossivel

Aquele amor impossivel que vejo todos os dias,
Ja reconheço o seu cheiro ao longe,
Vejo-a passar por mim com aqueles olhos lindos
Tao lindos que nao consigo desviar o meu olhar,
Os seus labios parecem ser tornorentos
Que só os quero encostar aos meus,
As suas formas, sao tao gentis
Como uma bela escultura,
Nos seus braços gostava de me embalar
Pelo mundo fora só para o conhecer melhor,
Do seu carinho gostava de receber
Para puder retribuir da melhor maneira que eu sei,
Na sua boca gostava de puder ouvir
As mais belas musicas de amor,
Das suas maos gostava de puder receber carinho
Como tambem lhe dava o carinho devido,
Gostava de lhe dizer o que me vai na alma
Mas tal nao o posso fazer,
Porque este amor impossivel que tenho por ela
Nao vai passar disso mesmo...

terça-feira, 4 de maio de 2010

Escrever

Já a algum tempo que não escrevo nada aqui, mas há uns tempos para cá que a vida não tem sido muito boa, tem andado muito em baixo.
E sem cabeça para escrever algo para aqui, que o que escrevo é muito pessoal e por ser assim decido nao escrever aqui nada.
Espero mais cedo ou mais tarde fazer aqui algumas publicações.
Abraços e beijos para quem frequenta isto.

domingo, 27 de dezembro de 2009

Mais um video feito para a Fatima



Fiz mais um video com muito carinho para uma amiga muito especial que é a Fátima.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Prenda de uma amiga muito especial



Neste Natal recebi tres prendas de uma amiga muito especial.
Do lado esquerdo um bloco de notas com uma mensagem que aqui cito: "Adoro-te amigo nunca te esqueças disso, às vezes posso ser meia desnaturada mas lembra-te sempre que te adoro, és o meu melhor amigo e tens o teu lugar especial no meu coração."

Do lado direito um postal com a seguinte mensagem: "Ola amigo xuxu lol.
Espero que gostes do miminho que te fiz, foi feito como muito amor e carinho.
Desejo-te um Santo Natal com muitas prendinhas em especial Amor, Carinho, Saúde e muita Paz.
Que tenhas um Bom Ano Novo cheio de coisinhas boas. Quero que saibas que te adoro muito, és sem dúvida um grande amigo OBRIGADO POR TUDO AMIGO.
UM BEIJINHO DO TAMANHO DO MUNDO.

No meio um porta-chaves de um coração.

Estas prendas gostei imenso e qual recebi com muito carinho de uma amiga muito especial e ao qual eu guardo grande apreço e com muito carinho no meu coração e que eu gosto muito.
E que nunca eu esquecerei por ser muito especial para mim.
Um grande beijinho para ela.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Mais uma montagem feita por uma amiga especial



Mais uma montagem, mais um gesto bonito que fez e que gostei imenso.
Feito por uma amiga como há muito poucas.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Companhia

Companhia como a tua há poucas
Tão poucas como o chilrear
De um passaro em pleno Inverno
Companhia que me fazes durante a noite
Onde mais ninguém o faz
Ou que não me querem fazer companhia
Essas tuas palavras tem de tão sábias
Como tem de encantador
Vindo de ti a companhia e as palavras
Tem um belo som, como se tratasse de um soneto
Um soneto por si só muito belo
Dos momentos que conversamos
Guardo com carinho e apreço
Cada gesto que fazes
Existe presença em ti.

Montagem de uma amiga



Uma montagem feita por uma grande amiga, que gosto muito e pelo qual tenho um enorme carinho, por ser especial para mim. Um grande beijinho para ela.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Bons Amigos

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!

Machado de Assis

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

O murmúrio da tua voz

Durante a noite, ouvi a tua voz romper pelo silencio da brisa que acaricia o meu rosto.
Um murmúrio belo e ao mesmo tempo sombrio que interrompe pelo silencio da noite, como se tratasse de uma dor doce que sai do peito.
O murmúrio que tem de tão belo como tem de assustador que rouba a minha atenção, para o mais belo sentimento que é amar-te.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Auto-Retrato / Retrato

Questionário de Marcel Proust

• O principal traço da minha personalidade: Ser Paciente
• A qualidade que mais aprecio num homem: Ser Forte
• A qualidade que mais aprecio numa mulher: Ser Sincera
• O que mais aprecio nos meus amigos: Sinceridade
• O meu maior defeito: Ser Aborrecido
• A minha ocupação preferida: Ouvir Música
• O meu sonho de felicidade: Ter Uma Casa e Constituir Uma Família
• O meu maior desgosto seria: Não Ter Filhos
• O que eu gostaria de ser: Bombeiro
• O país onde gostaria de viver: Tailândia
• A minha cor preferida: Azul
• A flor de que mais gosto: Rosa
• O meu pássaro preferido: Papagaio
• Os autores em prosa que mais aprecio: Fernando Pessoa
• Os poetas de que mais gosto: Florbela Espanca
• Os meus heróis favoritos na ficção: Wolverine, Homem-Aranha
• As minhas heroínas favoritas na ficção: Não Tenho
• Os meus compositores favoritos: Não Tenho
• Os meus pintores favoritos: Não Tenho
• Os meus heróis na vida real: Não Tenho
• As minhas heroínas na Historia: Joana D’Arc
• Os nomes de que gosto mais: Miguel, Sofia, Pedro, Entre Outros
• O que eu detesto acima de tudo: Hipocrisia
• Traço de personalidade que mais desprezo: Egocentrismo
• O feito militar que mais admiro: 25 de Abril
• A reforma que mais admiro: Passagem da Ditadura Para Um Regime Democrático
• O dom da natureza que gostaria de possuir: Serenidade
• Como gostaria de morrer: Com Menos Dor Possível
• O meu estado de espírito actual: Mal
• Erros com os quais sou mais indulgente: Certas Mentiras
• A minha divisa: A Vida É Uma Luta Sem Fim

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

O Nosso Coraçao

Por vezes o nosso coração sente-se fraco por causa do que se passa a volta dele com ele.
Porque há pessoas que gostam de nos ver sofrer e há pessoas que nos põe a sofrer sem intenção.
Todas essas pessoas que nos põe a sofrer com intenção ou n mais cedo ou mais tarde
arrependem-se do que fazem e tentam remediar o que nos fizeram mas há vezes que já é tarde mais e que já n há volta a dar.

domingo, 27 de setembro de 2009

Uma carta aberta

Uma carta aberta plena de emoções é o que é isto e vai directo ao coração da pessoa que a merece ler, vai com sentimentos desde o primeiro dia em que nos conhecemos.
Sentimentos que começaram a invadir-me, alguns dos quais desconhecidos, mas vieram ao meu encontro com o passar do tempo desde aquele primeiro dia que houve a nossa primeira troca de olhares. Olhares que pouco podiam significar na altura mas que foi o começo de um novo capítulo na história da vida.
História que modificou parte substancial da minha vida e a maneira de ver certos aspectos e uma certa maneira de eu ser, mas que uma pessoa não deixa de ser a mesma só por se adaptar a cada situação de maneira diferente.
Os caminhos das pessoas cruzam-se e o destino quis que os nossos se cruzassem e aos poucos começamos a caminhar lado a lado, esse mesmo caminho que nos leva sempre em frente com alguns obstáculos e com curvas e cruzamentos para nos dar a escolher que direcção há-de seguir sem sabermos se será o certo ou errado.
Os passos que já foram dados por mim neste novo caminho, foram dados com precaução, em parte de ser desconhecido, mas que todos eles foram dados com o gosto devido e neste caminhar diferente dos outros mas ao mesmo tempo ser belo por si só. Para alguém esse caminho podia ser parcialmente diferente, por uma razão ou outra, mas que para mim percorríamos o mesmo trajecto, o mesmo caminho que apareceu em mais uma página da vida que temos e que não podemos saber o que vai acontecer ao virar da próxima curva deste percurso que percorremos praticamente ao mesmo passo.
Desde o inicio que aparentemente alguma coisa mudou nesse mesmo percurso, alguma coisa que estava talvez fora do alcance de qualquer caminhante ou talvez não. Mas não se podia saber se iria afectar de alguma coisa nos pensamentos de uma pessoa, mas que como costuma acontecer há sempre alguns percalços com que devemos lidar, mesmo que esses percalços não sejam os que mais gostamos de lidar. Só porque aparentemente uma pessoa muda não quer dizer que não seja aquilo que normalmente é, só se vai conhecendo melhor a cada passo que se dá, mas quando se pensa que uma pessoa mudou, provavelmente não mudou nada, só mudou a nossa perspectiva de a ver e nos faz crescer.
Ninguém é perfeito, nem tão pouco imperfeito. Cada pessoa é como é com defeitos ou não, mas que não é por causa disso que se deixa de gostar da maneira que ela é, só porque alguma coisa mudou substancialmente. Essas pequenas coisas que mudam ou parecem que mudam não passam de formas de vermos cada pessoa como ela é, por muito significativas que elas sejam não passam de pequenas alterações do nosso próprio ser, alterações que não as podemos modificar a nosso belo prazer, porque nós somos aquilo que muitas vezes aparentamos, quer querermos ou não.
O que já aconteceu até este determinado ponto desta pequena viagem, ninguém pode tirar nem apagar da memória, nem tão pouco modificar o que já aconteceu. E o que aconteceu por insignificante que seja ou mesmo por muito significante que tivesse sido teve que acontecer e por muito que seja diferente em algum aspecto em especial não deixa de ser algo que estava destinado a acontecer.
Esta carta aberta decerto não será tão aberta como talvez devesse ser, os sentimentos estão aqui, dentro de mim… Que seja bem lida e relida e que faça que a pessoa que a leia com atenção e que relembre os bons momentos que passamos e o meu coração pertence-lhe…

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

A Vida Que Nos Escapa Entre os Dedos

Volta-se o rico para os prazeres da carne e a maior parte do mundo faz o mesmo. E não sem acerto, porque todas as coisas agradáveis devem ser tidas como inocentes, e até que se provem culpadas todas as presunções pendem a seu favor. A vida já é bastante penosa para que ainda a agravemos com proibições e obstáculos aos seus deleites; tão arisca se mostra a felicidade que todas as portas por onde ela queira entrar devem permanecer escancaradas. A carne enfraquece muito precocemente - e os olhos olham com melancolia para os prazeres de outrora. Muito rápidamente todas as alegrias perdem a vivacidade - e admiramo-nos de como pudessem ter-nos interessado tanto. O próprio amor torna-se grotesco logo que atinge os seus fins. Guardemos o ascetismo para a estação própria - a velhice.
É este o grande drama do prazer; todas as coisas agradáveis acabam por amargar; todas as flores murcham quando as colhemos, e o amor morre tanto mais depressa quanto é mais retribuído. Por isso o passado parece-nos sempre melhor que o presente; esquecemos os espinhos das rosas colhidas; saltamos por cima dos insultos e injúrias e demoramo-nos sobre as vitórias. O presente parece muito mesquinho diante de um passado do qual só retemos na memória o bom, e diante de um futuro que ainda é sonho. O que alcançamos nunca nos contenta; «olhamos para diante e para trás em procura do que não está ali»; não somos bastante sábios para amar o presente do mesmo modo que o amaremos quando se tornar passado. Quando mergulhamos num prazer, o nosso olhar vai para longe - a felicidade ainda não está alcançada apesar de termos o deleite nos nossos braços. Que mau demónio nos afeiçoou assim?

Will Durant, in "Filosofia da Vida"

domingo, 6 de setembro de 2009

O que faria

Eu iria a qualquer lugar por ti
Qualquer lugar que tu me mandasses
Eu faria qualquer coisa por ti
Qualquer coisa que tu quisesses
Eu costumava pensar que sonhos eram apenas
Para doidos sentimentais...
Mas desde o primeiro dia
Que vi o teu rosto sorridente
Que eu soube o quanto podias ser especial
Eu nunca quebrarei o teu coração,
Eu nunca te farei chorar
Eu te darei tudo de mim
Conforme eu te acompanhar
Tu vais-me chegar a conhecer
Um pouquinho melhor
Como também eu te vou conhecer...
Este é o modo como o amor funciona
E eu sei que tu estás com receio
De permitir que os teus sentimentos apareçam
E eu compreendo
Mas é altura de deixar rolar
Eu mereço uma tentativa
Só uma.

Vaidade

Sonho que sou a Poetisa eleita,
Aquela que diz tudo e tudo sabe,
Que tem a inspiração pura e perfeita,
Que reúne num verso a imensidade!

Sonho que um verso meu tem claridade
Para encher o mundo! E que deleita
Mesmo aqueles que morrem de saudade!
Mesmo os de alma profunda e insatisfeita!

Sonho que sou Alguém cá neste mundo...
Aquela de saber vasto e profundo,
Aos pés de quem a Terra anda curvada!

E quando mais no céu eu vou sonhando,
E quando mais no alto ando voando,
Acordo do meu sonho... E não sou nada!...

Florbela Espanca

A vida

É vão o amor, o ódio, ou o desdém;
Inútil o desejo e o sentimento...
Lançar um grande amor aos pés de alguém
O mesmo é que lançar flores ao vento!

Todos somos no mundo <>,
Uma alegria é feita dum tormento,
Um riso é sempre o eco dum lamento,
Sabe-se lá um beijo de onde vem!

A mais nobre ilusão morre... desfaz-se...
Uma saudade morta em nós renasce
Que no mesmo momento é já perdida...

Amar-te a vida inteira eu não podia.
A gente esquece sempre o bem de um dia.
Que queres, meu Amor, se é isto a vida!

Florbela Espanca

Os versos que te fiz

Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que a minha boca tem pra te dizer!
São talhados em mármore de Paros
Cinzelados por mim pra te oferecer.

Têm dolência de veludos caros,
São como sedas pálidas a arder...
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer!

Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda...
Que a boca da mulher é sempre linda
Se dentro guarda um verso que não diz!

Amo-te tanto! E nunca te beijei...
E nesse beijo, Amor, que eu te não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz!

Florbela Espanca

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Diferença entre o amor e a amizade

Perguntei a um sábio,
a diferença que havia
entre amor e amizade,
ele me disse essa verdade...
O Amor é mais sensível,
a Amizade mais segura.
O Amor nos dá asas,
a Amizade o chão.
No Amor há mais carinho,
na Amizade compreensão.
O Amor é plantado
e com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira,
e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida
companheira.
Mas quando o Amor é sincero
ele vem com um grande amigo,
e quando a Amizade é concreta,
ela é cheia de amor e carinho.
Quando se tem um amigo
ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem
dentro do seu coração.

William Shakespeare

domingo, 16 de agosto de 2009

Herói

Nós temos um herói dentro de nós, e que aparece quando precisamos.
Aparece naquelas alturas que mais precisamos de superar algum obstáculo ou algo que nos aflige e que temos que ultrapassar o receio que temos em determinadas alturas.

Seguidores

Blogger templates